Dermite das fraldas

Publicado em por

Dermite das fraldas


Os bebés que usam fralda têm frequentemente irritação da pele nas áreas em contacto com a mesma, em particular na zona do rabinho. Esta irritação é normalmente chamada de “assadura” e é particularmente frequente entre os 6 e os 12 meses de idade.

Embora possa resultar de uma reação alérgica a produtos utilizados no fabrico das fraldas (o que é raro), a causa mais frequente é a irritação produzida pelo contacto com as fezes e urina, agravado pelo ambiente húmido e oclusivo da fralda ou mesmo pelos cuidados de higiene, devido à fricção e utilização de produtos de limpeza químicos e perfumados.

Se a criança tiver diarreia, uma virose febril ou outra doença infantil, pode haver uma alteração na composição ou frequência das fezes e urina, tornando-as ainda mais irritativas para a pele do bebé. As áreas mais afetadas são as convexas (nádegas, zona lateral das ancas, região púbica) porque estão mais expostas ao atrito e contacto com a fralda.

As recomendações para evitar que ocorra dermite das fraldas são:

  • Mudar frequentemente a fralda, evitando o contacto prolongado com as fezes e urina;
  • Utilizar produtos de higiene/lavagem neutros, sem perfumes e adequados à pele do bebé;
  • Não utilizar produtos com ação desinfetante, exceto quando por indicação médica;
  • Limpar a pele delicadamente, sem fricção;
  • Minimizar a utilização de toalhetes de limpeza, principalmente se perfumados;
  • Aplicar regularmente creme de barreira após a muda da fralda;

É totalmente desaconselhada a utilização de pós (como o pó de talco), pois a sua aspiração pelo bebé pode ter efeitos nefastos a nível pulmonar.

Por vezes, devido novamente à humidade e oclusão provocada pela própria fralda, pode ocorrer contaminação de áreas de maior maceração por bactérias ou fungos, cuja origem poderá ser o próprio aparelho digestivo do bebé.

Em caso de infeção local ou de persistência da dermite alguns dias após a instituição dos cuidados referidos, é recomendável observação por um Dermatologista.

Comentários: 0

Este tema encontra-se fechado. Não podem ser adicionadas mais respostas.